As empresas estão interessadas em contratar ex-bolsistas do CSF?

No começo de março um leitor nos enviou o anúncio de uma vaga de Trainee na empresa Kerry. O anúncio foi considerado normal até o momento que vimos escrito no cartaz a seguinte frase “Desejável participação no programa Ciência sem Fronteiras”.

O anúncio foi encontrado no site VAGAS e pode ser visto no final dessa matéria.

Pode parecer algo pequeno, mas isso mostra como o programa tem sido um diferencial para as pessoas e para o próprio país. Aos poucos vamos acabando com a crença de que o programa não traz resultados. Porém, essa ideia não foi considerada uma novidade para nós, desde do começo do My CSF, quando apresentamos ele em eventos, inúmeros empresários perguntam, “Como podemos contratar um ex-bolsista do programa para trabalhar na minha empresa?”

A resposta para essa pergunta sempre foi complicada, afinal existe um portal de estágios para os ex-bolsista do programa, no próprio site, porém as vagas oferecidas neles são um pouco limitadas a áreas de pesquisa.

Dessa forma, resolvemos inovar mais uma vez, e assim estamos criando um portal para divulgar as vagas de empresas interessadas em alunos do Ciência sem Fronteiras.

Esse portal está sendo planejado desde o fim do ano passado e estará disponível até o fim de Abril. Nele divulgaremos vagas de empresas interessadas em contratar ex-bolsistas do programa Ciência sem Fronteiras.

Quer saber mais sobre “Relação das empresas no Brasil com os ex-bolsistas do CSF”? Estamos pensando em fazer uma série de reportagens com o título “O que as empresas acham do Ciência sem Fronteiras”, mas queremos saber do interesse de vocês, aproveite os comentários para falar o que pensam.

Caso você seja uma “empresa” e tenha interesse em anunciar alguma vaga em nosso portal, entre em contato através do e-mail contato@mycsf.com.br

E você, CSFer, quer ficar por dentro e não perder nenhuma vaga quando o portal estiver disponível?? É fácil, vá ao menu ao lado e cadastre-se em nosso newsletter.

Aproveite e conte aqui nos comentários alguma experiência após voltar ao Brasil onde o CSF te ajudou? Compartilhe a sua história! Vamos divulgar os pontos positivos do programa.

Você acha que o Ciência sem Fronteiras aumentou suas chances no mercado de trabalho?

VoteResults
Fonte: Site VAGAS

Fonte: Site VAGAS

Sobre: Peirol Gomes

Aluno do último ano do curso de Engenharia de Gestão da UFABC. Fui estudante do Ciência sem Fronteiras na University of Alabama in Huntsville e também na Stanford University. Ao voltar do programa decidi criar uma forma de auxiliar os estudantes dele e criei o My CSF. Hoje, vejo o Ciência sem Fronteiras como uma das principais formas de transformação da sociedade brasileira. Apaixonado por empreendedorismo e por educação, sonho em melhorar o ensino universitário brasileiro a ponto de ver ele bem situado nos rankings internacionais.

Comentários

Deixe aqui seu comentário